1 de junho de 2017

Styling

Adoro ver roupa, adoro comprar roupa, adoro conjugar peças.
Ao longo dos anos fui perdendo o meu espírito consumista e fiquei mais racional na hora de ir às compras. Comparar peças e preços têm-me ajudado a "comprar melhor". Também gosto da qualidade das peças, mas nem sempre as mais caras são as que vão durar mais ou ficar melhor. A minha regra é ver, comparar, experimentar. E depois, mediante o orçamento para esta parte das minhas despesas, vejo o que posso ou não adquirir. 

De vez em quando, uma ou outra amiga pede-me uma opinião e algumas sugestões para determinadas ocasiões e eu ADORO (ADORO, ADORO, ADORO!!!) construir vários looks, tendo em conta a sua personalidade e os seus gostos (isto ajuda muito). Não é de todo a minha área, nem sei se faço as escolhas mais acertadas. No entanto, na minha opinião, devemos vestir aquilo que nos assenta bem e que nos faz sentir bem, pois é meio caminho para arrasar. Atitude, é isto que eu acho que nos ajuda com os modelitos que usamos.

E como eu gosto muito de fazer conjuntos decidi que vou começar a publicar alguns looks que eu gosto, com peças que já vi e que estão na minha wishlist. Não sendo uma expert na área e sabendo que existem imennnnnnsos blogs que fazem este trabalho, se alguém quiser pedir opiniões também não me importo nada de as dar ;)



Não sei se conhecem este programa que utilizo, Primetag, mas passo a explicar. Já há imensas bloggers a utilizar, pois é possível ganhar dinheiro com ele. Como eu não estava a perceber como isto funcionava, questionei a equipa da Primetag. Deixo-vos aqui o que me responderam.
"Apenas os produtos que constam da nossa pesquisa conferem retorno [financeiro], porque são produtos disponibilizados pelas marcas diretamente e apenas esses estão dependentes das parcerias que temos estabelecidas. Quaisquer produtos adicionados manualmente não dependem do nosso controlo nem das nossas relações comerciais, logo não conferem retorno."
Segundo percebi, os artigos que conferem retorno andam à volta dos 0,10€ e 0,12€ por clique. E vai acumulando com os cliques que vai tendo. Quando é atingido o valor mínimo de 75€ é possível levantar o montante.

Como eu não vou ficar rica com isto (tenho 3,22€ das duas vezes que publiquei com este programa), adiciono os meus artigos manualmente (não tendo por isso nenhum retorno), pois assim quem vê a imagem pode clicar e ver todas as características das peças. Também consigo criar imagens mais bonitas do que aquelas que (de forma muito amadora) faço em word. 
Há uns tempos usei o Polyvore, que também é bom para estas coisas, mas não sei porquê está a dar-me erros com os artigos e então só vi esta solução (se tiverem conhecimento de outras aplicações podem dizer).

3 comentários:

  1. Ahah tal e qual, acho que ainda nem cheguei a 2€ :| Adiciono a maior parte dos produtos manualmente, o que demora mais tempo e dá menos retorno... Mas continuo a usar porque acho que é uma ferramenta optima para os leitores :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marisa, já experimentaste o Polyvore. Também é muito bom para isto. Tens o "polyvore clipper", que é adicionado ao Chrome, e podes ir guardando as peças que vês nos sites. Infelizmente a mim está a dar-me erro nesta parte, mas se não desse era o que eu usaria ;) Dá menos trabalho a guardar as imagens.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Não conhecia nada disto... vou pesquisar. Já valei por ter aprendido uma cosa nova hoje. :)

    ResponderEliminar