28 de fevereiro de 2014

Look 5 em preto e branco

Este look pode ser usado num dia de trabalho em modo mais descontraído. Bastava adicionar um blazer e estávamos prontas! Não gosto muito de leggings para trabalhar, mas confesso que muiiiiiito de vez em quando (talvez umas três vezes por ano) também levo até ao gabinete. Ao fim de semana, a conversa é outra. Quando não quero pensar muito, umas leggings, uma túnica/blusa comprida, umas botas de cano alto/biker boots e estou pronta para sair. Relaxada, mas não desleixada! A minha principal regra com este tipo de calças é simples: usar partes de cima compridas, sempre abaixo do tutu. Os meus brincos coloridos ajudaram a dar um brilhozinho. Um colar comprido ou um lenço (por exemplo, de seda) também seriam uns bons aliados neste conjunto!


27 de fevereiro de 2014

Look 4 em preto e branco

Este conjunto foi escolhido para vos mostrar a versatilidade dos botins pretos. Tanto ficam bem com umas skinny jeans como com um simples vestido. Eu pessoalmente gosto muito! Como o vestido é justo, decidi vestir o casaco assimétrico, para dar um ar mais divertido.
Espero que não estejam a ficar fartos de ver preto e branco. Só faltam mais 3 dias!!!!!!


Gestos que salvam vidas

Este post é sobretudo de sensibilização. É um post sobre o Curso de Suporte Básico de Vida Pediátrico para Não Profissionais de Saúde que fiz há uns dias atrás. O conhecimento nunca foi de mais, certo? Então depois de ser mãe, em que me passa pela cabeça todo o tipo de acidentes com crianças, nem hesitei e inscrevi-me. É mesmo importante levar roupa confortável, pois a manhã é dedicada a "salvar vidas". Só com a prática é possível interiorizar todos os procedimentos necessários. Confesso que durante a simulação de cenários pensei em muitas situações que me poderiam acontecer e fiquei bastante inquieta. Não saber como agir no momento preocupa-me! Este "choque" de realidade também é bom para nos fazer atuar logo desde início: prevenção! Se mesmo assim a prevenção não for suficiente, não devemos entrar em pânico e passamos à parte prática o mais rápido possível. São ensinados os gestos corretos para casos de paragens respiratórios, engasgamentos, posição lateral de segurança e, também importante, saber pedir ajuda e saber que dados fornecer no telefonema ao 112.
Aconselho este curso a todos aqueles que tenham oportunidade de o fazer. Não só a mães e pais, a avós ou a pessoas que trabalham diariamente com crianças, mas a todos. Podemos encontrar uma situação em casa, na rua, em férias, em família, entre amigos,....E se estivermos preparados para agir adequadamente, podemos salvar vidas!
O curso, orientado por enfermeiros, é realizado pela Associação NOMEIODONADA, no Centro de Formação do Centro Hospitalar do Porto (Hospital Santo António). Muitos de vocês conhecem esta associação sem se lembrarem. Quem não viu o anúncio televisivo em que a Fátima Lopes dá a cara pelo projeto Kastelo - a 1ª unidade pediátrica de cuidados continuados e paliativos de Portugal?! Era pedido aos cidadãos que participassem através do Arredondar no supermercado LIDL. Já estão recordados? Quem quiser continuar a ajudar também o pode fazer no site da associação.
Outros organismos e instituições (por exemplo, Cruz Vermelha, Ordem dos Enfermeiros,...) têm este tipo de workshops, é uma questão de se informarem no que vos fica mais perto.
Acreditem que podem fazer a diferença!

Imagens retiradas do Manual que nos facultaram durante o curso

26 de fevereiro de 2014

Look 3 em preto e branco

Este look é ótimo para um dia de trabalho nem muito formal, nem muito casual. As aplicações na gola do casaco dispensam grandes acessórios. Uns brincos discretos e o meu "family necklace" são o ideal. Escolhi antes a pulseira Pandora e um relógio colorido para não parecer tão despida de bijuteria.



Prometo que vou tentar melhorar a qualidade das fotos, mesmo sendo em ambiente interior. Acho que a minha máquina está com umas definições erradas!

Ikea para as festas

Estava eu a entrar na IKEA para ver umas coisinhas e deparo-me com uma nova linha de artigos de escritório, embrulhos e decoração de festas. A IKEA anda atenta e muito bem! Fiquei logo fascinada com tanta cor e tanta novidade. Cadernos, blocos, sacas de papel, fitas, tapes, papel de embrulho, etiquetas, papel de seda com padrões....
E depois, uma novidade para a festa dos miúdos. Quem procura uma decoração de festa colorida e com o tema dos animais, encontra aqui uma gama enorme. Convites, copos, pratos, grinaldas, copos para as pipocas, sacas para as lembranças. Claro que eu já trouxe algumas coisinhas a pensar na próxima festa lá de casa!
Os artigos ainda não se encontram disponíveis no site, por isso "dei um salto" até à Suécia para verem algumas coisas de que vos falo.


Imagens retiradas da IKEA Suécia

25 de fevereiro de 2014

Look 2 em preto e branco

E depois do look escuro de ontem, hoje o vestido branco com franzido de lado a dar mais claridade. Este é um look compostinho e bastante quentinho, porque quando o sol se esconde.......o frio aparece. Para complementar, apenas os meus adorados brincos Swarovski.


A caminho dos 10km

Desde que decidi entrar na primeira competição de corrida (10km, que me parece um caminho sem fim), tenho feito uns treinos no ginásio. O tempo é escasso e as idas ao ginásio também. Especialistas na matéria, eu sei que isto não são treinos como deve ser, nem de longe, nem de perto, mas neste momento é o que tenho: um treino de corrida por semana.
E porque estamos a meio dos treinos até à prova final, aqui ficam os meus registos. Não sei se são bons, maus ou razoáveis. Só depois de acabar a primeira prova é que posso começar uma comparação mais realista. Não vou comparar os meus tempos com os primeiros lugares (essas gazelas velozes), nem vou comprar com os do fim da tabela (que tanto podem ser mais rápidos que eu como a lentidão em pessoa). 
1º treino: 4,7km em 30 minutos
2º treino: 5,3km em 35 minutos
3º treino: 6,1km em 40 minutos
Ufa, que só de escrever até cansa. Vou continuar esta minha política de ir aumentando os km por treino até chegar perto dos 10km. E ainda vou tentar fazer um treino no exterior, porque isso eu sei, correr em passadeira ou na rua são coisas bem distintas!
Há mais alguém por aí que se aventura nestas corridas?!


24 de fevereiro de 2014

Look 1 em preto e branco

Primeiro look escolhido para começar a semana de forma descontraída. Acrescentei dois pendentes em dourado e branco para dar uma graça ao (quase) total black. Estas botas são uma compra recente e são suuuuper confortáveis.


Uma semana em preto e branco

Estes dias mais cinzentos e com chuva não trazem nenhuma inspiração para me vestir. Parece que as únicas cores que vejo à frente são escuras e sem graça. Após o evento em modo black&white, comecei a olhar para esta combinação como o meu escape para este inverno tão agreste. Vejo esta mistura quase como uma "farda" do meu dia-a-dia.
Lembrei-me então de, há uns tempos atrás, ver noutros blogs uma simulação de vários outfits apenas com um determinado número de peças disponíveis (por exemplo, como criar 5 looks com 5 peças). E porque não fazer o mesmo com peças do meu guarda-roupa e aplicá-las de facto ao meu dia-a-dia?!
E é assim que será nos próximos dias. Escolhi o preto e branco porque ultimamente me tenho identificado bastante com estas cores. Recolhi algumas das peças que tenho e vou desafiar-me a criar 7 looks diferentes, um para cada dia da semana, a partir de hoje! Quando quiser um pouco de cor, vou optar por acessórios. Mas ando tão in love por esta "farda" que não sei se me vou desviar muito da palete escolhida.

1. Casaco preto com aplicações na gola Zara
2. Blusa preta Pull&Bear
3. Skinny jeans pretas H&M
4. Calças pretas fluídas com laço Mango
5. Vestido preto Zara
6. Casaco preto e branco Zara
7. Vestido branco Mango
8. Blusa brabca Primark
9. Camisa branca Mango
10. Camisola preta Sfera
11. Saia-calção preta Lefties
12. Leggings pretas imitação pele Mango

13. Botas pretas cano alto Lanidor
14. Botins pretos camurça H&M

20 de fevereiro de 2014

À procura do meu BB Cream

Eu sei que a história do BB Cream não é novidade, aliás, até já se encontra à venda o CC Cream! Nunca senti necessidade de procurar nenhum destes cremes, pois adoro a base que uso e tem o efeito que quero. Mas muitas vezes, naqueles dias de fim de semana que passamos a maior parte do tempo em casa e às vezes só saímos para umas comprinhas ou um lanche em família, não me dá vontade nenhuma de colocar creme e depois base. Como o BB Cream já tem hidratante e retoca aqui e ali umas pequenas imperfeições, é a solução ideal para estes dias. Não são assim tantos dias como isso, por isso procuro um produto com uma relação qualidade/preço apelativa.
Há uns meses atrás, quando comprei o meu creme de dia La Roche-Posay, "ganhei" uma amostra do BB Cream da marca. Gostei do efeito, mas na altura não andava virada para estas questões. No fim de semana anterior decidi experimentar o BB Cream da Nívea. É uma marca com referências, bastante acessível e da qual eu uso alguns produtos. Espalha muito bem e tem aquele cheirinho característico, mas se não for rapidamente bem colocado seca logo. O resultado não fica dos melhores, pois claro! Bem, agora tenho lá uma bisnaga inteirinha!!!
E vocês, também gostam da geração BB Cream? Já experimentaram?!

17 de fevereiro de 2014

Snow day

Foi uma curtíssima viagem à neve, com o objetivo de mostrar uma paisagem diferente ao Baby Boy. Já sabíamos que não ia dar para pistas, nem skis, nem tardes prolongadas no exterior, como fazemos quando lá vamos. E por isso mesmo é que foi uma pequena estadia, muita pequena. Mesmo assim deu para mostrar a neve, brincar na neve e........ver nevar! Para o Baby Boy foi uma alegria e temos a certeza que queremos voltar mais tarde, para que possamos todos desfrutar ainda mais. O nosso quarto também tinha uma vista muito branquinha. Acordar com aquela paisagem é diferente e sabe bem.
O que eu também gostava de vos deixar aqui é uma pequena dica. O equipamento de neve. Para mim é imprescindível levar umas calças, botas, luvas de neve. O casaco até já podemos ter em casa (um bem quentinho). O gorro e o cachecol também. Para quem vai à neve e quer mesmo aproveitar o exterior a roupa da neve é top. Podemos brincar à vontade, podemos lanchar na neve (se o tempo o permitir) e podemos passar umas boas horas sem frio e muito à vontade. Aproveitar promoções ou pedir emprestado a algum amigo (se for o caso de irem apenas por poucas horas e não terem intenções de voltar lá muitas vezes). Para as crianças é mais complicado, pois sabemos que dá para o momento e pouco mais. Eu consegui umas belas promoções na Zara Kids e na Decathelon e por muito pouco o Baby Boy ficou bem apetrechado. Sei que já não lhe vão servir mais, mas também tive a certeza que quando ele estava na neve podia sentar-se e estar perfeitamente à vontade, sem ficar com frio ou molhado. Entretanto o casaco serve para estes dias mais frios! Nem tudo vai ser arrumado de vez!






Na viagem de regresso, o Baby Boy descobriu a sua vertente fotográfica. Não quis mais largar os clicks. O modelo fotográfico foi o Pato Donald (começo a achar que ele prefere o Donald ao Mickey). Para primeiras fotografias, até que nem ficaram muito mal.
Assim também foi possível distraí-lo na viagem, nos momentos em que não ia a dormir (a dormir foi quase o tempo todo).



14 de fevereiro de 2014

Ser mãe também é...

...dormir apenas uma parte da noite, dormir toda torta e acordar como se no dia anterior tivesse andado em lutas de boxe (na verdade, ontem fui apenas a uma aula de combat)! Mas com o Baby Boy a tossir e em estado febril, não arranjamos outra alternativa. E é nestas noites que eu invejo aquelas mães que dizem que o sono não é problema. Eu não queria as roupas, os carros, as casas, as viagens, a beleza dessas mães....eu só queria as noites!

12 de fevereiro de 2014

Amor, Amar, Namorar

Durante esta semana é difícil ficar indiferente ao Dia de S. Valentim. É corações, é vermelho, é rosa por todo o lado. Há quem goste, quem adore, quem deteste e quem fique indiferente. Eu gosto, q.b. Acho uma ótima desculpa para um gesto de amor, seja ele como for. Este ano, para variar (eheheh), vou optar por um doce. Uma sobremesa com um apontamento diferente para o jantar. Receita simples e rápida, que depois de uma semana de trabalho não há tempo para grandes menus. Sair para jantar ou um cinema está fora de questão. Há sempre imensa confusão neste dia, ainda para mais a uma sexta-feira.
E vocês, alguma coisa especial em preparação?! Aqui fica uma inspiração para quem como eu vai escolher um docinho para assinalar a data.

Imagens do Pinterest

11 de fevereiro de 2014

Go go run

Nunca gostei de correr. Nunca foi daquelas coisas que eu quisesse mesmo muito. Mas sempre corri bastante, em moldes diferentes da corrida de competição. Já corri à chuva e a torrar ao sol, de manhã cedo e bem à noitinha. Corri à volta de estádios de futebol, em matas, ao longo da marginal e dentro da cidade. E corria unicamente em duas situações: treinos de equipa (corrida obrigatória e quase sempre um extra do treino) e após o nascimento do Baby Boy (a querer voltar à linha).
Agora com o ginásio e com os treinos por conta própria, a motivação tem que ser ainda maior, a responsabilidade também. Eu corro o que quero e como quero. Isto quer dizer que......correr não é a primeira coisa em que penso quando preparo o saco. Ir sozinha e este mau tempo também não ajudam nada! É aqui que entra o meu próximo objetivo: entrar numa competição de 10km. Defini como data o final de março e até lá, o treino para uma prova à séria é a desculpa para ir ao ginásio. O tapete e, com sorte, dois treinos por semana (sendo um deles 20 minutos antes de uma aula) serão os meus únicos aliados. Tentar não custa e sinto que ando sempre numa correria para conseguir um bocadinho de exercício durante a semana. Sinto que me faz bem e por isso não quero deixar de fazer. Nem sempre é fácil, sobretudo com uma rotina diária mais rígida desde que fui mãe. Mas como em muitas coisas na vida, é preciso lutar e suar para vencer.


Imagens do Pinterest

10 de fevereiro de 2014

A chuva e o vento em black&white

Chegou o dia Black&White. E para vos saciar a curiosidade, o evento foi de cariz religioso. Trata-se de uma festa com muitos anos e muita história, na qual pessoas de todo o lado vêm cumprir promessas. Há um grupo de pessoas responsável pela organização da festa e, em cada ano, convidam um casal a ser juíz da festa. Pois é aqui que eu entro. Este ano, eu e o maridão fomos os juízes, o que acarreta uma certa responsabilidade. Temos como papel o enfeite dos dois andores que saem com a procissão e depois durante a cerimónia religiosa também temos um certo destaque.
Dizem os antigos que em 38 anos a procissão saiu sempre, com os andores, os estandartes, a banda e todas as pessoas que dela fazem parte. Ninguém acreditava que este domingo a chuva não desse tréguas, mas o que é certo é que ela caía certinha e acompanhada de vento. Depois de muito se equacionar, a procissão saiu. Ficaram os estandartes, ficaram os andores (que foram mais tarde), a banda esperou no local de chegada, o trânsito não precisou de ser cortado e não foi necessário ocupar as duas faixas da estrada. Nós, como juízes, acompanhámos o pároco, os escuteiros, os representantes políticos e algumas pessoas que tinham como promessa ir atrás da procissão. A cerimónia não foi campal e realizou-se dentro da capelinha. E foi muito bonita. Apesar do mau tempo, o dia correu bem. Podia ter sido diferente, com toda a pompa e circunstância que caracteriza a festa, mas o que importa é que realizou-se como foi possível para um dia de inverno, cheio de alertas laranja e vermelhos.
Como podem reparar, não podia descurar o meu modelito, mas dado o cariz da festa e as condições meteorológicas tinha que optar por algo sóbrio e muito confortável. Assim que percebi que tinha muitas hipóteses de enfrentar mau tempo, decidi que iria levar botas. E para dar um toque diferente e não ir com casaco pelo joelho optei por levar a minha capa. O resto foi encontrar um vestido branco sem roda e muito simples e o lenço ajudou-me a ficar mais aconchegada e a ter algum padrão. Espero que gostem!




E como conclusão desta minha experiência, um bocadinho diferente do que costumo escrever, deixo-vos com o que mais gostei de ouvir do bispo que presidiu a cerimónia. É muito mais importante termos o sol, a boa disposição, a alegria e o positivismo dentro nós, pois mesmo que esteja muita chuva e vento lá fora, o dia irá correr muito melhor!

6 de fevereiro de 2014

A minha Pandora acordou

Tenho a pulseira da Pandora há uns bons anos. Não sei precisar bem, seis, sete? Na altura era uma novidade e lembro-me de receber muitas contas. No aniversário, no Natal. De família e de amigos. As que me ofereceram (salvo uma ou duas exceções) simbolizam acontecimentos da minha vida, identificam pessoas que me estão próximas,  são o reflexo do que sou e do que gosto. Todas têm uma história e é bom recordar. Tinha tantas que acabei por receber a pulseira de couro, para continuar a colecionar símbolos. Mas talvez porque as pessoas se cansaram ou porque passou de moda, deixei de receber e de pedir também. Guardei-a. Ainda fui usando a de couro algumas vezes.
Um pouco motivada por uma colega que me mostrou a dela, decidi ir reanimar a minha. Estava um bocado mais escura, pelo que teve que ir a uma lavagem completa (usei a técnica da pasta dos dentes e água morna). Estou a pensar agora voltar a usar as duas e ter comigo muitas histórias e pessoas boas no meu pulso, sempre comigo. E quem sabe...continuar a alimentá-las.





E a minha preferida. Oferecida pelo maridão no dia de casamento! Adoro!



4 de fevereiro de 2014

Meteorologia previsível

A chuva é persistente e parece que não nos vai largar durante uns bons dias. Eu começo a ficar preocupada com o evento que vos falei. É já no próximo fim de semana e, como vos disse, no exterior. Uma parte abrigada (mas só com teto), outra não. Aliás, se chover nem sequer haverá a parte a céu aberto! Dizem os mais velhos que o evento nunca teve muita chuva (aliás, até dizem que naquele dia costuma haver um tempo bastante razoável para um dia de inverno), mas não sei porquê, acho que este que será o ano de eu participar é que vai ser mesmo molhado (e abençoado, espero!).
Eu bem vou andando a par das previsões meteorológicas, para ver se vejo alguma esperança. Parece que ainda posso pensar nisso, mas as previsões, são mesmo só previsões. E já que só me resta esperar mais uns dias para saber a sorte que vou ter, deixo-vos um site que costumo visitar. Não é assim nenhuma informação para lá de espetacular, mas para quem quiser ver informação com mais pormenor e um pouco diferente do que estamos habituados do IPMA, aqui fica o Windguru (basta colocarem o nome da vossa cidade na caixa de pesquisa). Quanto mais vermelhos e roxos virem, pior!!