5 de setembro de 2013

Eu quero uma mala chique

Eu querer.....queria, mas neste momento está fora de questão!
Quando ouvi esta música cantada pela Liliane Marise lembrei-me logo da minha saga em busca da mala perfeita. Se até há uns anos atrás gostava de ter malas com um tom, malas com riscas, com flores e de várias cores, ultimamente só me apetece ter uma para não ter que andar a mudar sempre tudo de sítio. Vou tentando alternar entre uma pequena e prática em tons camel e outra com mais capacidade em preto.
Para juntar à festa, comecei a sentir necessidade de uma mala não muito grande mas onde coubesse, para além de toda a minha tralha, um iogurte, uma fralda, um pacote de toalhitas, um biberão de água e uma caixinha de bolachas. Isto sim, facilitaria muito a minha vida quando saio com o Baby Boy. São sacos, mochilas e sacolas. Era uma mala e já está!
Comecei a minha pesquisa e foquei-me num modelo apresentado pela Parfois há uns anos atrás. É tipo um modelo shopper bag: leve, nada rígida e de alça curta ao ombro. Nem fecho tem, o que parecendo que não facilita ainda mais (julgo que se tivesse fecho estaria sempre aberto). Procurei noutras marcas acessíveis e nada que me enchesse as medidas e a carteira. Até que, para relembrar os tempos em que ia todos os sábados de manhã à feira comprar fruta e flores, passei na feirinha local. E encontrei a tal! Era perfeita para o que queria e o preço (sempre negociável por aquelas bandas) estava ótimo. O único senão: a mala era uma IMITAÇÃO de uma marca de luxo. Detesto imitações, mas ela era tão perfeita. Decidi não trazê-la e ao longo da semana passava por várias situações em que pensava em como ela me daria imenso jeito. Dei mais uma volta no shopping e na internet, mas nada de especial (pode ser que também esteja a procurar nos locais errados)!
Voltei à feirinha mais um sábado e não a consegui trazer! E mais uma semana a pensar na mala chique! No terceiro sábado fui decidida, já com o valor estipulado na minha cabeça: "Não dou mais que isto!" Peguei na mala e no último momento disse que não. Já na rota de saída passei por outra igual e pronto, não resisti! Já está em uso há umas semanas (e que jeitaço me está a fazer). Numa época em que marcas do grande público copiam modelos de marcas de alta costura, preferia ter uma cópia de outra loja e não uma imitação da própria marca. 
Espero ainda conseguir encontrar "a tal"!
E com vocês, já vos aconteceu alguma situação idêntica? Como reagiram?





10 comentários:

  1. eu também não a trazia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aiii Fashionista, é a primeira vez que faço uma compra destas e não gosto de andar com coisas FAKE, mas nas últimas decidi trazer e o pior é que nestas feiras não há talões de troca :(
      Depois de comprar esta ainda vi uma na Lacoste, mas não tinha a cor que eu queria!!!!!
      Agora é usar até cansar ou encontrar uma bem bonitinha de uma marca acessível!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Tantas, mas tantas vezes!!!!
    Quantas vezes ando à procura de algo e quando encontro algo semelhante, por uma razão ou por outra acabo por não comprar. Resultado, arrependo-me sempre!!!

    Bjs,
    MJ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria João,
      Desta vez também me arrependi, mas foi de comprar!
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Eu também ando à procura da mala perfeita. Vi uma que gostei da Michael kors mas era 350 euros:(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes parece que só temos olho para as mais caras :)

      Eliminar
  4. Como te compreendo.... também detesto imitações, prefiro as inspirações. Mas compreendo-te, quando procuramos muito uma coisa e não encontramos, temos os tais momentos de "desespero" em que acabamos por comprar sem pensar.... eu acho a mala engraçada, pelo menos até encontrares a tal usa-a, já que gastas-te o dinheiro.
    Olha eu estou como tu em relação ás malas, as grandes dão imenso jeito para levarmos as coisas dos pequenos, assim não andamos com malas e malinhas e vai tudo na mesma mala...
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, uma mala só descomplica e muito na hora de tirar carrinho e criança do carro e depois colocar criança e carrinho no carro :)

      Eliminar
  5. Hiper, mega fã de shop bags há anos!! Já não passo sem elas e não consigo ver-me com malas pequenas. Por enquanto vais usando esta que serve a função que pretendias. Se queres "a mala", vai por mim e junta dinheiro para comprares uma na PG (no Outlet os preços são bem mais simpáticos). Não são baratas, mas valem a pena pela qualidade/preço/estética (a minha já tem uns 5 anos e continua boa, gira e actual).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mmmmmm, vou espreitar a PG a ver o que há ;)
      Obrigada e beijinhos

      Eliminar